Southern African Regional Poverty Network (SARPN) SARPN thematic photo
Country analysis > Angola Last update: 2008-12-17  
leftnavspacer
Search





 Related documents

World Food Programme (WFP) Vulnerability analysis and mapping (VAM)

Food security and livelihood survey in the central highlands of rural Angola
Inquérito sobre Segurança Alimentar e Modos de Vida em Meio Rural no Planalto Central em Angola

World Food Programme (WFP), Vulnerability analysis and mapping (VAM)

June 2005

[ Share with a friend  ]

English Portuguese
[Download complete version - 708Kb ~ 4 min (42 pages)]

Executive summary

WFP’s current Protracted Relief and Recovery Operation (PRRO) in Angola started in 2004 and will end in December 2005. Since 2002, 2.5 million refugees and returnees have been repatriated and resettled and the WFP programme’s main objective was to assist returnees during reintegration in their communities of origin. Through general food distribution and other programmes, WFP has been assisting these households in resettling into their communities, putting up dwellings, and preparing land for planting.

Several vulnerability and poverty assessments1 over the last three years have indicated that the central highlands are the most vulnerable and food insecure areas in the country. Most of the fighting during the war took place in this area, and the area also hosts most of the formerly displaced/recently returned populations, including the majority of former UNITA soldiers. In addition, factors such as environmental degradation due to over-cropping and deforestation and a very poor road network impede agricultural development. To quantify the problems and because of a general lack of secondary information on livelihoods in the area, WFP has undertaken a detailed food security and livelihoods survey covering this central part of the country, also known as planalto central.

The survey was a key input to the new WFP programme (PRRO 2006-2008), which focuses its interventions in the most vulnerable areas of the country. With the return of peace and stability in the area, WFP is reorienting its interventions from general food distributions to more specific targeting of its areas of intervention.

The main objectives of the survey were to:

  • Assess the overall socio-economic situation of resident populations and returnees and their levels of food security.
  • Assess people’s livelihood objectives.
  • Provide recommendations on whether there is a need for food aid beyond 2005 and if yes, where and in which sectors.


[Documento completo - 709Kb ~ 4 min (43 pages)]

Sumário executivo

A actual Operação Prorrogada de Emergência e Recuperação (PRRO) do PAM em Angola teve início em 2004 e deverá terminar em Dezembro de 2005. Desde 2002 foram repatriados e reassentados 2,5 milhões de refugiados e retornados e o principal objectivo do programa do PAM foi assistir os retornados no processo de reintegração nas suas áreas de origem. O PAM tem estado a assistir estes agregados no reassentamento nas suas comunidades construindo habitações e preparando terras para cultivo, com recurso a distribuição geral de alimentos e outros programas.

Diferentes avaliações de vulnerabilidade e pobreza1 realizadas ao longo dos últimos três anos têm indicado que o Planalto Central é uma das áreas mais vulneráveis à insegurança alimentar do País. Durante a guerra, a maior parte dos combates teve lugar nessa área e ela alberga a maioria da população anteriormente deslocada/recém retornada, incluindo a maioria dos antigos militares da UNITA. Além disso, factores como a degradação ambiental devida à sobre-exploração dos solos e à desflorestação, bem como uma muito degradada rede rodoviária impedem o desenvolvimento agrícola. Para quantificar o problema e devido à ausência generalizada de informação secundária sobre os modos de vida na área, o PAM levou a cabo um inquérito detalhado sobre segurança alimentar e modos de vida, que cobre esta parte central do País, conhecida como Planalto Central.

O inquérito constitui-se numa contribuição–chave para o novo programa do PAM (PRRO 2006-2008), que incide as suas intervenções nas áreas mais vulneráveis do País. Com o regresso à paz e à estabilidade na área, o PAM está a reorientar as suas intervenções, visando passar das distribuições generalizadas de alimentos para uma selecção mais específica das suas áreas de intervenção.

Os principais objectivos do inquérito eram:

  • Avaliar a situação conjunta sócio-económica das populações residentes e retornadas e os seus níveis de segurança alimentar.
  • Avaliar os objectivos relacionados com os modos de vida das populações.
  • Fazer recomendações sobre a necessidade de ajuda alimentar para lá de 2005 e, em caso afirmativo, onde e em que sectores.




Octoplus Information Solutions Top of page | Home | Contact SARPN | Feedback | Disclaimer &^nbsp;